SILVAS no Jornal Económico

3 August, 2020

O Jornal Económico desta semana conta com uma entrevista ao nosso CEO Francisco Silva. Saiba mais sobre a recente unidade de fabrico da Silvas – Madeiras & Revestimentos dedicada ao mobiliário feito à medida. Entrevista abaixo, também disponível no Suplemento do Jornal Económico: https://bit.ly/39KPgPA (página 21).

 

No mercado há mais de duas décadas, a Silvas Madeiras e Revestimentos já atravessou o boom da construção dos anos 90 e a crise financeira de 2008/2009. Agora, lançam uma unidade de fabrico de móveis personalizados 100% autónoma. Para Francisco Silva, um dos irmãos fundadores da empresa, o sucesso deve-se a soluções integradas e transversais.

 

A Silvas está no mercado há mais de 20 anos. Como foi traçado o caminho até agora, em que se focam na recente unidade de fabrico dedicada ao mobiliário feito à medida?
A Silvas Madeiras e Revestimentos ao longo dos anos de existência passou por varias fases e adaptações no seu portfólio de produtos, começou por ser uma empresa que simplesmente comercializava e aplicava pavimentos de madeira, rapidamente percebemos que havia a necessidade de completar a nossa gama de produtos e soluções e começamos a comercializar carpintarias e móveis de cozinha.
Nos anos 2007/2008, que foram anos difíceis devido à crise financeira que todo o país e Europa no geral passou, aproveitámos esse momento difícil da economia e em especifico a construção para captar e introduzir no nosso portfólio várias representações de marcas internacionais de produtos que ainda hoje representamos. O ano de 2018 foi quando decidimos investir na unidade de fabrico de mobiliário e carpintaria por medida. Este projeto altera todo o paradigma da empresa que até à altura era uma empresa puramente comercial para ser também industrial.

 

Qual é a importância de oferecer aos vossos clientes a possibilidade de adquirir produtos 100% personalizáveis e únicos? Certamente que esta escolha veio auxiliar a vossa expansão da área residencial para a área comercial e hoteleira?
No auge da construção dos anos 90, até ao surgimento da crise financeira que afetou gravemente a construção, o que se vendia eram quantidades e produtos em série. O abaixamento nas vendas das casas fez com que os promotores imobiliários tivessem de se diferenciar, aí entra a customização e diferenciação dos materiais. Hoje, passados estes anos e depois da recuperação da economia, a diferenciação foi para nós a oportunidade de oferecer aos nossos clientes soluções por medida, com materiais diferentes nas diversas áreas tanto residencial como na hotelaria e retail.

 

Porquê esta necessidade de controlar todo o processo desde a criação, fabrico e controlo de qualidade até à instalação? Hoje em dia os clientes procuram cada vez mais soluções 100% transversais e concentradas?
Hoje, o cliente quando compra um produto ou solução, quer um serviço transversal, desde a conceção até à instalação do produto. Para conseguirmos responder de uma forma eficaz temos de controlar todos as fases por que passa todo o processo até o cliente usufruir do produto que comprou. Temos uma equipa de designers que cria e desenha o produto ou solução, fabricamos e controlamos a qualidade, e instalamos em casa do cliente.

Falam de uma “constante necessidade de inovar, criar conceitos e processos novos que respondam às necessidades e anseios” dos vossos clientes. É daí que surge este projeto? Qual tem sido o feedback por parte dos clientes?
A inovação e criação de produtos novos é outro fator decisivo para conseguirmos responder às necessidades do mercado cada vez mais exigente e competitivo. O investimento que fizemos na unidade de fabrico vai de encontro a essa necessidade permanente de a empresa apresentar produtos e soluções novas e diferenciadoras aos nossos clientes sejam eles da área residencial, hoteleira ou do retail.

 

Tencionam alargar o portfólio de serviços e produtos, além desta unidade de fabrico autónoma? Para que áreas e, já agora, para quando?

O momento atual é de consolidação do investimento que foi efetuado. A Silvas Madeiras e Revestimentos conta com uma equipa de colaboradores altamente ambiciosa e focada no que faz, isso é um motivo para estarmos sempre atentos a novos projetos sempre que sejam uma oportunidade ou solução para a empresa poder crescer.

 

Back